Cataratas do Iguaçu

CataratasFozIguaçu04122016weill0231.JPG

Se uma única cachoeira já é algo mágico e encantador, imagina estar diante de 275 quedas d’água! Cataratas do Iguaçu é isso! Um mundo de água cercado de natureza exuberante, lendas e… turistas.

A beleza das cataratas dispensa palavras e descrições. Mas algumas curiosidades tornam a visita ao local ainda mais interessante. Por suas corredeiras, passam, em média, 1.500 metros cúbicos de água por segundo. A Garganta do Diabo é a queda mais alta do parque, com 82 metros de altura, e marca a divisa entre Brasil e Argentina. As cataratas foram descobertas pelo conquistador espanhol Álvar Núñez Cabeza de Vaca, em 1542, mas povos indígenas já exploravam a região há anos… Tanto que o nome das cataratas vem do tupi-guarani (y significa água e ûasú, grande). Reza a lenda que um deus planejava se casar, mas a noiva fugiu com o amante em uma canoa. Com raiva, o deus cortou o rio, criando as cachoeiras e condenando os amantes à morte.

A infraestrutura para visitação do parque é excelente (sem dúvida, a melhor entre os parques do Brasil). O único senão é a multidão de turistas que passa por ali diariamente, transformando Iguaçu em um emaranhado de filas (para embarcar nos ônibus, para tirar foto, para ir ao banheiro, para o elevador…). Apenas no ano passado, nada menos que 1,6 milhão de pessoas foram às cataratas, fazendo delas o segundo local mais visitado por estrangeiros no Brasil (atrás apenas do Cristo Redentor). É lotado, mas é imperdível!

Anúncios

Um comentário sobre “Cataratas do Iguaçu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s