Curanto em Chiloé

Da curiosa mistura de saberes e costumes que formam a Ilha de Chiloé nasceram mais que igrejas e uma rica cultura. A mescla dos hábitos de pescadores, índios mapuche-huilliche e colonos espanhóis também colocou na panela, ou melhor, em buraco cavado no chão, mariscos, linguiças, batatas e pedaços de carnes de porco e de frango para dar origem ao Curanto al Hoyo.

Casa Nomade,Motorhome.

O processo começa com o corte da lenha nos bosques de Chiloé. Em seguida, essa lenha é acomodada e acesa dentro de um grande buraco, cheio de pedras catadas à beira do Oceano Pacífico. Passadas duas horas, a lenha é retirada e, sobre as pedras quentes, é colocada uma imensa folha de pangue que funciona como uma panela natural. Ali dentro da folha, são jogadas (literalmente arremessadas!) uma grande quantidade de mariscos, uma camada de carnes e outra de linguiça – tudo cru e sem tempero algum. Por fim, são colocadas mais folhas de pangue entrelaçadas a batatas e pães. E, para fechar a “panela”, coloca-se terra por cima de tudo e…

Casa Nomade,Motorhome.

É preciso esperar pelo menos três horas para saborear o curanto. E é nesse intervalo que a rica história de Chiloé vem à tona outra vez! O talentoso chef Luis Melipichun, que nos abriu as portas do restaurante Meson Chilote Ancud, parece ter a habilidade de fazer o tempo voar enquanto conta, com uma precisão de detalhes impressionante, a origem de cada ingrediente usado ali, as tradições de seus ancestrais e curiosidades a respeito da ilha.

Depois dessa aula, é hora de abrir o curanto e saborear a abundância desse prato, que chega com tudo junto e misturado à mesa, com uma riqueza de sabores tão grande quanto o seu valor cultural.

Obrigado à agência Latitud Sur pela indicação e gratidão ainda maior ao chef Luis do Meson Chilote Ancud pelo carinho e hospitalidade.

Anúncios

2 comentários sobre “Curanto em Chiloé

  1. Pagaria caro para ocupar um lugar na ponta desse banco e ouvir essas maravilhosas histórias tão ricas em detalhes, do chef Luis Melipichum. Me atrevo ainda a postar que essas histórias são recheadas de estórias.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s