Bodega Lagarde

Quando pensamos já ter conhecido tudo o que há de mais sofisticado em Mendoza, vem a Bodega Lagarde para nos surpreender. Num equilíbrio harmônico entre passado e inovação, a vinícola abre suas portas para mostrar a riqueza de detalhes com que produz cada uma das 10.000 garrafas de espumante de alta gama e 1,2 milhão de litros de vinho por ano, sem perder as tradições que remontam aos idos de 1897.

VinaBodegaLagarde24032017weil0015.JPG

A história da Lagarde começa com a chegada da família Pereira, imigrantes portugueses, a Mendoza para produz vinhos de mesa. Sem descendentes, os Pereira elegem a dedo quem iria conduzir a bodega depois de sua morte com uma condição: manter a vinícola exclusivamente argentina, fechada ao capital estrangeiro. E assim a família mendozina Pescarmona assumiu a missão e hoje, já na terceira geração, preserva o passado, sem abrir mão das tecnologias e aprimoramentos que agora os permite produzir vinhos premium, de qualidade reconhecida internacionalmente.

 

A visita à vinícola começa pelo casarão original, datado de 1897, onde viveram os portugueses desde a sua chegada à Mendoza. Depois, é hora de passear por entre esteiras de separação das uvas, tanques de aço inoxidável, pias de cimento revestidas de epóxi e barris de carvalho por onde os vinhos passam durante o processo de elaboração que dura até cinco anos e cuja qualidade se mantém por três décadas dentro da garrafa.

Casa Nomade,Motorhome.

E o fim da visita é a cereja do bolo! Um incrível almoço servido nos jardins da vinícola, à sombra de uma amoreira e ao lado do parreiral de uvas mais antigo da Lagarde, plantado em 1906. Enquanto os funcionários colhem a mais pura Malbec DOC (sigla para Denominação de Origem Conhecida), nós saboreamos um menu de cinco passos. Para começar, um queijo de cabra marinado com sorvete do mesmo leite, carpaccio de beterrabas e pêras assadas com Chardonnay, mel e nozes tostadas; e um gaspacho de vegetais orgânicos servidos com pão caseiro, creme de berinjelas e azeites de ervas. Todas as entradas harmonizadas com o vinho Lagarde Chardonnay.

O prato principal foi um delicioso medalhão de filé mignon a parrilla com molho de fungos, batatas ao forno de barro, creme de cenouras defumado e beterrabas, com adereços de alhos doces, servido com um Guarda Cabernet Franc. Para finalizar, uma sopa fria de melão, melancias confeitadas e almíbar de ervas servido com Lagarde Espumante Champenoise. E a sobremesa, pêssegos crocantes a la plancha com sorvete de frutas vermelhas e creme cítrico, acompanhados de um Dolce Espumante. Sem dúvida, uma das melhores experiências que vivemos em Mendoza (e na vida!).

Anúncios

2 comentários sobre “Bodega Lagarde

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s