Primuseum

Mais de 300 fogareiros a querosene da marca sueca Primus enfeitam as paredes de um casarão datado de 1870, no Centro Histórico de Montevidéu, e servem de inspiração para o nome do Restaurante Primuseum. As peças, colecionadas por mais de três décadas por Aldo Mazzoni, fazem parte de um rico acervo de antiguidades que hoje enchem de charme o restaurante comandado por seu filho, Santiago.

Mas não pense que a decoração é o único atrativo do local. Todas as noites, o Primuseum recebe um maravilhoso show de tango e, ao som de clássicos de Carlos Gardel e outros ícones da música disputada entre uruguaios e argentinos, um grupo seleto de clientes tem a oportunidade de provar pratos incríveis.

Nós nos deliciamos com um rico menu de três passos. De entrada, sopa de abóbora com mix de verduras assadas e redução de champignon; tábua de frios, queijos e patês; mollejas (timo) com chouriço e verduras assadas; e um ossobuco de caracu com torradas e tomates confitados.

De prato principal, provamos baby beef em molho de tannat, batatas assadas e salada verde; e costelas de cordeiro ao molho de beterraba com batata doce e cenoura assadas. E, de sobremesa, pudim de doce de leite caseiro e uma deliciosa torta de maçã com sorvete.

Anúncios

Um comentário sobre “Primuseum

  1. Com esse menu de três passos, num lugar maravilhoso como esse, eu faria mais centenas de passos de tango, com o parceiro que calçasse esses belíssimos sapatos da foto.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s