Costa Rica: nosso 60º país

Viajar é levar a alma para passear, sentir-se pequeno diante da grandeza do mundo, ter humildade para reconhecer a beleza de cada lugar e se abrir para o novo e o diferente. Nesse turbilhão de sentimentos e descobertas, números se tornam insignificantes, incapazes de mensurar nossa alegria a cada novo destino. Já não contamos mais carimbos no passaporte, cidades visitadas, quantas idas e vindas ao Brasil… Aqui, a felicidade se mede em sorrisos! Mas, eis que nos deparamos com alguns números redondos e bateu aquela vontade de compartilhar esta conquista: estamos há 3 anos na estrada com A Casa Nômade (sim, mais de 1.000 dias vivendo em um motorhome de 10 metros quadrados) e acabamos de chegar à marca de 60 países visitados! Costa Rica, no coração da América Central, nos trouxe este feito e queremos comemorar em alto estilo, explorando toda a exuberância natural que essa nação oferece.

Para começar os festejos, nada melhor que se banhar no Mar do Caribe e, em umas pequenas férias do motorhome, curtir todo o luxo e a sofisticação do Hotel Banana Azul, o melhor da turística cidade de Puerto Viejo. O encanto começa com a linda piscina do hotel, cercada de plantas, borboletas e beija-flores, a poucos metros do mar. E chega ao ápice nos exclusivos bangalôs Banana Verde, onde tínhamos piscina privativa e jardins rodeando o estúdio de dois pisos, com cozinha e sala de estar no térreo e um lindo quarto no segundo andar. Mais que recomendado!

Foto Renato Weil/A Casa Nomade-2018. Saxiola.Costa Rica. Hotel Banana azul

Com tanto conforto, é difícil sair do hotel. Mas vale a pena fazer um esforço, pois Puerto Viejo é uma cidade muito interessante. Ritmos latinos e uma forte cultura negra pulsam por toda a cidade que, no século 19, recebeu um grande fluxo de escravos da Jamaica. E a excelente estrutura de hotéis e restaurantes atrai muitos europeus e norte-americanos para o lugar, transformando Puerto Viejo em uma Torre de Babel.

Nesse caldeirão cultural, um espaço chama a atenção em Puerto Viejo: o café Como en mi casa. Comandado pelo simpático casal Lídia e Fausto, o restaurante é um pedacinho da Itália em pleno Caribe. Vindos da Toscana e seguindo os passos de Manoela e Roberto, os antigos donos do estabelecimento, eles presenteiam os clientes com delícias como tomate seco, queijo de cabra, tortas sicilianas, bruschettas e cappuccinos, tudo feito com ingredientes orgânicos em uma cozinha ecologicamente correta. Provamos verdadeiras iguarias aí e recomendamos!

 

Anúncios

2 comentários sobre “Costa Rica: nosso 60º país

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s